circulo-quadrado.png
circulo-quadrado.png
circulo-quadrado.png
circulo-quadrado.png
circulo-quadrado.png

o artista

Ubi Bava

Arquiteto, desenhista, pintor e professor, Ubi Bava (Santos, 1915 - Rio de Janeiro, 1988) consolida o que há de mais conceitual e de vanguarda na arte brasileira das décadas de 1950 a 1980: suas obras suscitam questionamentos de movimento, de perspectiva, de contemplação e de transformação do universo óptico.

 

Quando tratamos de seu trabalho, nos deparamos com questões das mais importantes e pertinentes da arte internacional, invocadas através de termos e conceitos como arte abstrata, arte construtiva, arte cinética, abstração geométrica e arte op.

Ubi Bava incorpora à vocação construtiva a vontade para a ordem, a confrontação com as aspirações da vanguarda e a necessidade de se tornar intérprete do seu tempo e propulsor de novas ideias. Seu espírito vital transcende qualquer campo de inventividade e criação, quando convida o espectador a participar de seu trabalho de arte.

Sua trajetória artística foi marcada por um extenso número de exposições coletivas e individuais, realizadas por importantes instituições do circuito da arte, incluindo museus e galerias.  Bava possui obras no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), MAM-RJ, MAC-Niterói, MAM-SP, Palácio do Itamaraty, coleções institucionais e particulares, no Brasil e no mundo.

- Piedade E. Grinberg

“Ubi Bava - Vanguarda em Artes Plásticas nos anos 70”, Editora Ethos, São Paulo, SP.

Ubi Bava-Perfil_edited.jpg

"Ubi Bava:
um artista intérprete
do seu tempo."

- Piedade E. Grinberg

foto: Jacob Herzenhut, RJ.